A Minha Estrela


Hoje sou eu que abro o meu livro e tento apaziguar a minha dor pela perda da minha querida avó… hoje sou eu que relembro que o tempo que estamos aqui é uma missão… hoje sou eu que procuro as cores vivas das páginas para encontrar o lado positivo de tudo…


… hoje sou eu que preciso ler nas entrelinhas de um conto, que as memórias ficam, mas só as memórias…o toque, o cheiro a voz que outrora me fazia pensar que nada era perigoso nesta vida estão agora em outro lugar, longe de mim…
Ali por perto daquela casinha amarela rodeada de frutos e flores a vida era vivida com a intensidade e a despreocupação de quem tem uma heroína ao lado, encostada na porta a escolher os feijões para o almoço… Tudo era vida, nada era perigoso, só porque a vovó estava sempre ali por perto…para curar os joelhos esfolados e os corações partidos…
Hoje sou eu que tento acalentar o meu coração com memórias fantásticas de uma vida fantástica vivida ao lado da vovó.

Hoje sou eu a aprender a transformar tristeza em saudade…

Hoje agradeço à vida longa e cheia de histórias espetaculares da minha avó, que foi a base de uma família gigante, carregada de gente linda e do bem… Gente firme na vida que não verga à frente das dificuldades.

Hoje agradeço ao universo por ter tido uma avó que sempre foi exemplo de Humano, com o H mais maiúsculo que houver nesta vida…

Agradeço, sobretudo, a forma serena que ela viveu os seus últimos dias, apesar do barulho e das luzes e dos aparelhos à sua volta, ela lutou pela vida até o último segundo, deu luta e não se deixou ir assim tão fácil…

Morreu velhinha, confortável numa caminha aquecida por uma mantinha e pelo amor dos seus dez filhos e dezenas de netos e bisnetos.

Hoje depois de ler este livro vou estar certa de que a vida é mesmo uma missão, e a da minha avó foi linda, longa e inspiradora… Depois vou olhar para o céu e ter a certeza de que a vovó será recebida pelo vovô com um abraço terno e que de lá os dois vão continuar nos amando e cuidando de nós.

Vou deixar as lágrimas caírem e ouvir reverberar em mim as palavras que tantas vezes ouvimos, saindo direto do coração para a boca com um poder que, com certeza foi o mote para uma vida longa e realizada:

“EU AMO A MINHA VIDA!”

Obrigada minha querida vovó!


Agora vai… Vai ser Estrelinha no céu, vai brilhar e descansar desta vida longa e cheia de aventuras que teve, vai continuar a olhar por nós de outro prisma❤️

Um beijo enorme no seu coração gigante… Amo-a profundamente para todo o sempre!…


Sua neta.

“Prezo insetos mais que aviões.
Prezo a velocidade
das tartarugas
mais que a dos mísseis.
Tenho em mim
esse atraso de nascença.
Eu fui aparelhado
para gostar de passarinhos.
Tenho abundância
de ser feliz por isso.
Meu quintal
É maior do que o mundo.”

Manoel de Barros

2 thoughts on “A Minha Estrela

  1. Minha querida Vera,
    quão orgulhosa e feliz deve estar a tua avó com estas tuas palavras tão sentidas, que arrepiam!
    Que homenagem tão bonita a uma senhora que foi um ser inestimável para os seus e deixa a certeza de ter vivido em pleno!
    Um abraço forte,vindo do coração.
    Cláudia

    Gostar

Gostou? Comenta ;)

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s