Mãe Borboleta – Explicando a Doença e o ‘Bichinho’


“A mamãe está doente, vocês entendem isto? Tenho um bichinho, na mama…aqui…é por causa dele que a mamãe vai se transformar…mas os nossos sentimentos continuam intocáveis! Vai tudo acabar bem, tal como na história da Mãe Borboleta…”

Juliana: “Então tu és a Mãe Borboleta?”

“A partir de hoje sou!”

A Gio, silenciosa no princípio, procurava assimilar toda a informação…depois começou a fazer perguntas acerca do ‘bichinho’, queria saber o que aconteceria ao meu corpo, preocupou-se com as dores, perguntou como ele entrou, o que fazia cá dentro…depois de contar a história da Mãe Borboleta tive que fazer nova bateria de ilustrações para demonstrar o processo…

IMGP5851 “O Bichinho não entrou…sempre esteve aqui, é uma célula da mamãe que passou-se completamente! 🙂 Ficou doidona e não pôde mais se desenvolver normalmente como as outras; como era diferente de todas as outras ‘resolveu’ ficar mázona, virou um bichinho e atacou a mama da mamãe…Encontrou aqui um bom lugar pra morar, é quentinho e confortável…”

“Mas não pode ficar, porque se alimenta da minha saúde, cresce muito rápido e ‘come’ cada dia mais rápido, e por isso estou dodói…”

“Então vamos buscar um remédio na nossa farmacinha mamã!” (Juju)

“…é…se está doente tem que tomar um remédio mamã!…” (Gio)

“Sim! A mamã vai tomar um remedinho, mas não há na nossa farmacinha Juju…Tenho que ir ao hospital para tomar…e é o remedinho que vai deixar a mamã diferente! É um remédio muito forte, mas poderoso!!! Vai matar o bichinho…”

“Além do remedinho vou precisar muito muito de outra coisa: amor!” 🙂

Elas me abraçaram, beijaram, demonstraram da maneira mais doce e terna que estavam ali, comigo…e eu precisava tanto delas…

:..)

“Vamos colocar os nossos lacinhos na tua cabeça mamã! Assim não pareces um menino!”

IMG_2038

Elas adoram enfeitar a carequinha 🙂

IMGP5850

A Juli, preocupou-se mais com a minha saúde psicológica…falou muito sobre a queda do cabelinho da mamãe, sentiu com o seu jeito de criança sentir que era algo que me deixava triste, queria me deixar confortável, cogitou a idéia de cortar o próprio cabelo para ficar como eu…disse que me faria carinho na carequinha e daria muitos beijinhos! Preocupou-se com a mama, perguntou se ia ficar assim “só costurada”…

Expliquei que não, que iria ‘ganhar’ maminhas novas, e ainda mais confortáveis 😛 (ela adora deitar a cabecinha no meu peito para dormir 🙂 )

A partir de então eu pude contar com a compreensão e o carinho incondicional destas minhas duas princesas brilhantes…E foi um alívio ver, dia após dia, uma ‘normalidade’ no que toca aos sentimentos delas. Estavam felizes! Tranquilas, seguras…

No início senti alguma ansiedade da Giovana. Ela é sensível e introspetiva…Ainda tinha muitas dúvidas, muitas perguntas a fazer, dei-lhe tempo… aos poucos ela foi se abrindo e resolvendo as suas dúvidas.

A Juliana tratava sozinha de resolver as suas dúvidas, passou dias e dias a recontar a história da Mãe Borboleta, na escola, para os amigos e familiares. Também desenhou a história, imitando as minhas ilustrações, e aos poucos foi colocando aquilo tudo no seu devido lugar.

IMGP5862

O desconhecido assusta…E elas estavam à par de TUDO, por isso estavam seguras!

Confiaram em mim, acima de tudo…

Anúncios

2 thoughts on “Mãe Borboleta – Explicando a Doença e o ‘Bichinho’

Gostou? Comenta ;)

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s