Brobô



NY, 01/01/17

Hoje é o primeiro dia do ano… e há muitos dias que não escrevo, não dou notícias, não torno visível o que vai cá por dentro…
Hoje, por mim, e porque realmente preciso colocar cá fora o que sinto, vou escrever…talvez hoje eu precise de colo, apesar da minha aparente fortaleza sinto-me frágil como cristal…
…mas estou bem! 😉
Entre idas e vindas de hospitais, é vida que segue o seu rumo, adaptada, tentando conviver com todas as mudanças que aconteceram na minha vida…
Mas não estou aqui para falar de mim…não… pelo menos não diretamente… estou vivendo dias de sonho numa trip em família e, apesar de feliz, hoje deparei-me com uma notícia avassaladora…
Fiquei inevitavelmente triste e chocada…
Enquanto ainda lutava contra o câncer, conheci uma mulher que me chamou a atenção pela sua doçura e a forma serena como, também ela, enfrentou o câncer de mama…
Ela me procurou…porque conheceu a minha história através das redes sociais, e porque também era mãe, de três crianças lindas (3, 5, 7 anos), e também precisou de ferramentas para ajudar a acalentar o pequenino coração da sua prole…
Dediquei-lhe um livro com todo amor e carinho… ela utilizou aquela ferramenta poderosa, disse-me, chorando, que nunca conseguiria agradecer a minha bondade em partilhar a história… os filhos passaram a chamá-la Brobô…☺💕…fofinhos… ela adorou!
Tantas horas confidenciamos as nossas inúmeras dores, que somente nós as duas conhecíamos… falávamos daquilo que sabemos de cor, na primeira pessoa…

…ninguém nos contou as dores e dissabores que sentimos por estarmos doentes…choramos…rimos…sofremos com o sofrimento uma da outra…era uma maneira de sentir menos os efeitos de tudo o que se passava a nossa volta…de dividir a dor!
OTIMISMO! Era a palavra de ordem… SEMPRE!…apesar de todos os pesares…

Muitas vezes senti-a perdida diante de tamanha provação, e muitas vezes a revolta bateu à sua porta, levando como um tsunami, todo o resto de energia e esperança que tinha.

…dei-lhe a mão, o ombro…chorei com ela, compreendendo tão bem todo aquele seu caos psicológico.

Nunca nos vimos, falamos nas redes sociais…combinamos “um dia qualquer” porque moramos longe…os dias passaram e o “dia qualquer” nunca chegou…
Brobô tinha a minha idade, o mesmo tipo de câncer, mesmo nível, na mesma mama…ela passou pelos mesmos procedimentos, mesmos protocolos, mesmo caminho…um caminho de dor que passei antes e já sabia de cor… ia dizendo os próximos passos… nas minhas palavras imprimi a força e a coragem das quais ela precisou, muitas vezes…
Tal como eu, ela ultrapassou a fase do caos total, reconstruiu-se, juntou os seus cacos…estava aprendendo a conviver com a sombra que é ‘ser doente oncológica’…ficava zangada com os médicos quando estes lembravam a sua condição (como eu fico) – “o câncer ainda não tem cura!”.

Tinha a sua imunidade baixa, era uma antena para os vírus e viroses! Estava constantemente doente…sentia-se ainda fraca – resquícios dos tratamentos que nos arrasam o organismo…

…confidenciou a sua dificuldade em voltar a trabalhar com as suas limitações…e a paradoxal felicidade em voltar a trabalhar porque estava viva…queixou-se de incompreensão, cogitou a ideia de se reconstruir também como profissional…sonhou… fez planos…ficou feliz por poder sonhar… sentia-se aliviada sem a sombra da morte a beijar-lhe a face…
Tinha dores, todos os dias!… pouco falava das suas dores para a família, achavam que ela era “exagerada”, que queria atenção… as suas dores eram visíveis nos movimentos que fazia, sei porque também sinto-as, costumava brincar dizendo ter ossos de uma idosa de 90 anos…as dores que do câncer podem ser avassaladoras, perturbadoras…algumas eternas…e, assim, aprendemos mais uma lição: conviver com a dor!
O tamoxifeno…ahhh o ‘tamoxinferno’!
Arrasa com as articulações…e com muitas outras coisas…



A última mensagem dela para mim foi um pedido de ajuda:

“Olá Borboleta linda!

(…) …hoje não sinto minha asa esquerda.

Não sei bem o que se passa e queria saber se te aconteceu…(…) meu olho esquerdo está muito vermelho (…)”



Terminou dizendo docemente que estava feliz por ter uma “Wikipedia” humana para estes “assuntos Menos bons”…
Brobô virou uma estrela brilhante no céu das borboletas…seu coração bondoso parou de trabalhar…tirando desta família os sonhos que sonhavam juntos… passou a tempestade e eles esperaram pela bonança…que não chegou… :..(
…e eu não cheguei a responder-lhe… ela foi embora ontem…😢😔

Há vários dias, segundo contou-me, o seu marido (que deu-me a triste notícia), ela sentia dores no peito, mas só disse ao marido no dia em que doeu mais… e do hospital para onde foi levada ela nunca mais saiu com vida…
Tanta vida ficou por viver, tanto sonho para sonhar, filhos para ver crescer e educar…ela tinha pressa, e vivia intensamente os seus dias, colecionando os sorrisos dos filhos na sua memória…planeava viajar, planeava estar mais presente para os filhos, planeava estar mais presente para a família e os amigos…planeava dar mais valor aos pormenores…

A vida é um cisco…disse-lhe tantas vezes!

…e mesmo sabendo disto, e mesmo tentando viver intensamente…e mesmo tentando ter mais tempo para tudo o que é importante para mim, sem deixar nada por fazer (porque também tenho pressa) deixei para dar depois a resposta que nunca mais darei…
Uma vida interrompida…desta vez para sempre!
😢😢😢
À minha querida Brobô quero deixar a minha singela homenagem, neste blog que tanto a inspirou e ajudou…

…que o seu exemplo permaneça aqui para que outras borboletas possam também inspirar-se…e que a sua história seja um exemplo da pressa que devemos ter para ‘aquilo que realmente significa para nós’…

…Porque a felicidade deveria ser uma condição natural do ser humano, e não uma meta a ser atingida…
Vou relembrar com carinho dos “bons dias” adocicados que recebia ao acordar…

Ela acordava cedo demais, trabalhava horas a mais, e nunca tinha tempo para si própria…era uma Mãe com M maiúsculo, cuidava e educava com carinho as suas crias…criou memórias lindas e ensinou a maior lição que uma criança poderá aprender: ser feliz, apesar de todos os pesares!
Sei que ela esperaria de mim, neste texto, o que sempre fiz por ela: passar a mensagem de otimismo e resiliência de que todos nós precisamos… e, por isso vou escrever um texto que encontrei na net (sem saber o autor) e transcrevi para ela em outubro, dizendo:
“Este texto foi escrito para nós!!!
“Cuida de ti, não te deixes perder, não te deixes esquecer, não te deixes levar pelas dificuldades da vida.
Cuida desse coração. Não existe medida certa para o amor, não existe limite certo, mas arranja um ponto de equilíbrio, nada que te magoe bastante.
Encontra um amor bonito, simples, sem jogos, nem esperas. Que embale o teu sono, e te dê paz.

Que te faça sorrir diariamente ao acordar.
Guarda amigos, poucos mas fiéis.

Cuida deles, e deixa que eles te cuidem.

Não percas a fé, a esperança, e muito menos o teu sorriso, por nada nem por ninguém.”
A sua doce resposta fez-me sorrir:

“(…) é um texto para todos, minha querida!

Nós temos a ‘sorte’ de ter aprendido (através da dor e do medo de morrer) a sentir e viver a vida de uma forma diferente, mas estas são as palavras perfeitas para quem ama, verdadeiramente, a vida e não quer deixar passar nenhum detalhe importante…”
😔😔😔
Descansa borboleta… voa alto, lá longe, e deixa aqui connosco o brilho das tuas cores a brilharem na tua tua linda história…😔


Coincidências até poderão não existir, mas no dia da sua morte estive num Borboletário onde várias borboletas (uma mais linda que a outra) voavam felizes a minha volta…várias delas pousaram em mim, e eu senti uma boa energia que me conectou diretamente ao cosmo, trazendo uma sensação de felicidade plena…

…lembrei-me da minha amiga Brobô, desta Mãe Borboleta, guerreira feliz…e a fotografia que minha filha tirou iria dedicar-lhe…mas não deu tempo.

Que em 2017 consigamos colocar em pratica todos os nossos planos de felicidade, que todos os dias tenhamos uma boa memória para colecionar, que tenhamos tempo de fazer aquilo que realmente importa…e que nunca deixemos de lado os pormenores que importam nas nossas vidas…
✔Divirtam-se!!! 🤸🏽‍♀️

✔Encontrem a felicidade nas pequenas coisas!😃

✔Sejam otimistas e gentis!🌈

✔Amem com Paixão! ❤
Ps.: Cada dia deste novo ano que se inicia!!! 📆
🦋Beijinhos de Borboleta🦋
Até já Futuro! :..)

Anúncios

Gostou? Comenta ;)

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s