Fim de Férias! Tempo de recomeçar…

Deixa lá esta depressão de lado! Recomeçar é bom, importante…Ninguém é feliz fazendo sempre a mesma coisa, ou de férias ou trabalhando…a virtude está na mudança, no crescimento… Para valorizarmos os momentos é necessário vivermos todos eles…O final do verão … Continuar a ler

Mães são Infinitas

E tão infinita será a nossa paciência e a nossa capacidade de perdoar os erros do passado, desculpando assim tudo o que a sociedade nos obriga a ‘engolir’ enquanto mulheres.

Ter um dia especial para comemorar a maternidade é uma boa oportunidade para refletirmos o que nos trouxe até aqui… tanta incoerência gerada através do papel que assumimos, ao longo do tempo, na sociedade…papel que nos obriga, muitas vezes, a exceder as nossas capacidades humanas.
Continuar a ler

Seis Anos July! :)

  20 de janeiro de 2010…O despertador estava preparado para tocar às sete da manhã…     … mas às 5:50h o meu corpo (feliz) decidiu dizer chega ao soninho que me descansou para um grande dia…fiquei deitada, sorrindo, acariciando … Continuar a ler

Desembrulha!

  
Então vamos aproveitar? 😉
Hoje mandei um bolo de chocolate para a festa de Reis da escola…a frase na caixa do bolo: 

A nossa maior prenda é a vida!!! 

Tá esperando o que? Desembrulha! 😊💕
A receita do bolo está aqui:

http://www.ideiasereceitas.com/bolo-de-chocolate-que-sai-sempre-bem/

Amor & Arte por Toda Parte!

    Gosto de partilhar momentos únicos de criatividade com as minhas fofinhas… 🙂 Adoramos desenhar, adoramos pintar…Gostamos de expressar os nossos sentimentos através da arte! Ficamos misturadas quando estamos nestes projetos, nos aproximamos, falamos a mesma língua… Produzir arte é … Continuar a ler

Oito Anos Gio! :)

  16 de Setembro de 2007, domingo, 21:30h…   …lá íamos nós para o hospital…depois de um dia cheio (de felicidades e contrações), depois de dar umas fortes braçadas na piscina, jogar frescobol e tomar uns banhos de Sol. Estávamos … Continuar a ler

Mãe Borboleta de 2ª Viagem :)

Carta para Juliana: Aveiro,19 de Janeiro de 2010. Chegou a hora de escrever a cartinha inflamada de emoção para aguardar pela chegada da segunda parte do meu maior tesouro: Juliana! Amamos tanto ser pais que resolvemos (assim meio por acaso … Continuar a ler

Mãe Borboleta de 1ª Viagem :)

Aveiro,  08 de Setembro de 2007. Para a Minha Giovana: Estou na reta final de uma fase extremamente importante na minha vida… Sinto-me apta a articular palavras sobre todo o processo que me tornou a pessoa que sou agora. Uma … Continuar a ler

Ser Mãe de Borboletas

…O câncer é uma parte ínfima da minha vida… O Amor e a Maternidade são os maiores combustíveis da minha felicidade, as razões dos meus melhores sorrisos… 🙂 A minha história é muito maior do que a doença que me … Continuar a ler

Uma mãe suficientemente boa

Nasceu e agora?

O título pode parecer muito estranho. Como assim suficientemente boa? Uma mãe não procura ser o melhor possível? Essa não é a expectativa da maioria das mães?
Pois bem, uma pessoa fundamental no conhecimento sobre a importância do vínculo entre mãe e filho, trouxe este conceito de mãe suficientemente boa e ainda hoje é extremamente atual. Ele é nada mais e nada menos que Donald Winnicott (pediatra, psicanalista de crianças e importante pesquisador sobre desenvolvimento infantil).

O conceito de mãe suficientemente boa representa o tipo de vínculo afetivo que a criança precisa para desenvolver-se plenamente. E apesar de parecer estranho, este tipo de mãe não é perfeita.

Este tipo de mãe caracteriza-se por apresentar maior disponibilidade e capacidade de deixar de lado os seus interesses pessoais para concentrar-se no bebê. Esta situação lhe permite conhecer como ninguém o seu filho e saber precisamente o que fazer. Talvez pode parecer que…

View original post mais 431 palavras