Yoga


Dez-02-31

Urdhva Mukha Svanasana Postura do Cachorro Olhando para Cima

O Yoga chegou em minha vida no ano de 2000…Era um ano conturbado, eu estava cheia de dúvidas acerca da vida e do meu futuro…Tinha acabado de sair do ninho e as minhas asinhas de passarinho ainda não estavam suficientemente prontas para voar…Aprendi na marra! 😛

Dez-02-29

Adho Mukha Svanasana Cachorro invertido

O yoga chegou para arrumar um pouco a ‘casa’, ajudou-me a equilibrar emoções, a descobrir-me como ser energético indissociável, corpo e mente num só!

Olhando para trás o Yoga está presente nas minhas melhores memórias de uma fase que eu não tenho saudade nenhuma… Mas ainda bem que chegou em minha vida! E permaneceu…

Dez-02-26

Salabhâsana Equilíbrio em dois apoios – variante da postura do gato

Ensinei as minhas filhas, desde à mais tenra idade, na prática, os benefícios do Yoga…Elas Adoram! Estão sempre em postura! As vezes penso que elas estão vendo filmes, quando olho lá estão elas na postura da árvore, ou da cobra…

“O que vocês estão fazendo meninas???”

“Estamos vendo filme!!!! E Fazendo Yoga!” 🙂

A Ju chega ao cúmulo de pedir silêncio em almoços de família só porque está meditando 😛

Com os dedinhos em mudra e repetindo o mantra Om 🙂

Nesta fase PUNK da quimioterapia usufrui com força dos benefícios da prática.

O Yoga tem várias ‘vertentes’ (se posso chamar assim), pratico Hatha Yoga, esta é a denominação para a linha do Yoga que utiliza prática com o corpo físico, obtendo resultados no corpo mental. Por isso diz-se que o Hatha Yoga é composto de práticas pisco-físicas.

Dez-02-27

Flexão Lateral

Também já experimentei o Ashtanga Yoga, mais energético e com séries disciplinadas e evolutivas do ponto de vista do esforço físico, e Power Yoga, que é mesmo Power! Fiquei sequinha e enxuta 😉 Mas é uma prática que visa somente o corpo, e a minha base já tinha raízes fortes no Hatha Yoga…

Para os interessados, aqui estão algumas ‘modalidades’ de Yoga:

Hatha Yoga este é o estilo mais popular de yoga no Ocidente. Tem o foco na saúde do corpo, sem tanto aprofundamento filosófico. O objetivo é trabalhar mente e espírito por meio do corpo. Gerou dezenas de ramificações e estilos em todo o mundo.

Combina com quem: prefere um foco maior no corpo.

Como é a aula: varia bastante de acordo com o professor, alguns deixam a prática mais leve, com movimentos mais lentos e suaves enquanto outros puxam mais pela força e alongamento, mas todas terminam com o relaxamento (yoganidra) no final.

Benefícios: melhora do condicionamento físico, força e flexibilidade, além da saúde em geral. Ajuda a aumentar a capacidade de concentração.

Ashtanga Yoga uma ramificação do Hatha, criada pelo indiano Sri K. Pattabhi Jois, que ainda ensina a técnica na região de Mysore, na Índia. É das práticas mais vigorosas atualmente, trabalhando com seis séries fixas, que vão sendo aprendidas progressivamente, exigindo um grau cada vez maior de força, flexibilidade e consciência.

Combina com quem: tem resistência para atividades físicas e práticas bem fortes e que gosta de trabalhar o corpo.

Como é a aula: prepare-se para suar muito. Com exceção das aulas conduzidas, cada aluno faz sua série no seu próprio ritmo, com ajustes e correções feitos pelo professor. A prática une posturas concatenadas, que começam com a saudação ao sol e evolui para seqüências em pé e no chão, todas seguindo o ritmo de um tipo de respiração forte (ujay), que produz um som característico das aulas de ashtanga.

Benefícios: O suor aqui tem o objetivo de desintoxicar o organismo, enquanto a respiração forte ajuda a aquecer o corpo internamente, renovando o sangue e ajudando a prevenir lesões. A prática traz muita força, flexibilidade e equilíbrio, além de melhorar a concentração e alinhar a musculatura e as articulações.

Iyengar Yoga – desenvolvido pelo indiano B.K.S. Iyengar (que foi aluno do mesmo mestre do criador do ashtanga), é também uma ramificação do Hatha. A principal característica do método é o conceito de que o alinhamento do corpo desperta experiências escondidas, tornando conscientes os condicionamentos que moldam as nossas estruturas musculares.

Combina com quem: é mais detalhista e prefere uma prática intensa, porém com mais foco na postura do que na repetição.

Como é a aula: as posturas são feitas com a ajuda de acessórios como cintos, almofadas e blocos e exigem bastante permanência em cada posição. Durante esse período, o professor alinha o corpo do aluno corretamente.

Benefícios: ótima para pessoas que querem combater a má postura e até para quem possui problemas motores.

Power Yoga outra ramificação do Hatha, também bem vigorosa, combina movimentos fortes com respiração dinâmica, aliando posturas do yoga com exercícios e movimentos extras.

Combina com quem: gosta de treinos mais fortes e busca melhorar o condicionamento físico, além da flexibilidade e força.

Como é a aula: faz transpirar bastante e exige um bom condicionamento. Começa com uma série de aquecimentos, seguidos de posições básicas intercaladas pelas seqüências de manutenção do aquecimento. No final da prática, têm vez os exercícios que ajudam na assimilação dos efeitos e relaxam o corpo.

Benefícios: aumenta a força, resistência e flexibilidade, aumenta a capacidade de atenção e concentração e a ajuda a alinhar músculos e articulações.

Kundalini Yoga durante muitos anos foi considerada uma prática secreta. Tem por objetivo a subida da kundalini (energia que fica adormecida na base da coluna, no primeiro chakra, e que vai subindo junto com a expansão da consciência do indivíduo).

Combina com quem: quem busca um trabalho não só físico mas também espiritual e energético, que procura a expansão da consciência.

Como é a aula: utilizam-se tanto as posturas (asanas) quanto as respirações (pranayamas), contrações (bandhas), exercícios de limpeza das mucosas (kryias), gestos com as mãos (mudras) e os mantras, além de um foco forte na meditação. Os professores muitas vezes usam branco e os movimentos fluem com suavidade o que não quer dizer que não exijam força.

Benefícios: A prática costuma limpar e revigorar o organismo, fortalecendo e alongando o corpo. Equilibra os sistemas nervoso e glandular, sincronizando-os com a rede de meridianos, chakras e corpos energéticos.

Raja Yoga meditação é a palavra-chave deste tipo de yoga, cujo significado é real, da realeza . Seu objetivo é o desenvolvimento espiritual do indivíduo e não tem foco no esforço físico.

Combina com quem: é mais introspectivo, gostam ou quer aprender a meditar e não faz questão de uma atividade física mais forte.

Como é a aula: o foco é o domínio das ondas mentais e a meditação, combinada com posturas.

Benefícios: ótima para insônia, para acalmar a mente e aumentar a concentração

http://www.minhavida.com.br/fitness/materias/1426-existem-varios-tipos-de-yoga-44-um-deles-certamente-e-a-sua-cara

O que é o Hatha Yoga?

O Hatha Yoga é uma técnica milenar originária da Índia, o seu sistema tradicional de ensino é feito através da renúncia da sua vida mundana e passado a buscar através de práticas severas o conhecimento, que é passado de mestre para discípulo, hoje em dia o método de ensino foi adaptado aos ocidentais e passou a ser bem menos rigoroso, pois o praticante não precisa alterar em nada sua vida cotidiana. O praticante pode organizar suas práticas com sua rotina, buscando o conhecimento dessa técnica fantástica, através do sistema de aulas com um grupo ou personalizada, sempre com a orientação de um professor capacitado na referida técnica, uma prática de Hatha Yoga compõe-se, na utilização de consideradas sub-técnicas que são:

  • Kriyas (prática de limpeza e desintoxicação do físico);
  • Pavansmuktasas (movimentos de soltura);
  • Asanas (posturas ou posições predeterminada);
  • Pranayamas (exercício e controle da respiração);
  • Relaxamento e meditação.
Dez-02-22

Dhanurasana Arco – POSTURA DO ARCO ERGUIDO –

Benefícios do Hatha Yoga

  • Melhora o sistema imunológico, a circulação sanguínea, o sono, o humor e a auto-estima.
  • Combate o estresse.
  • Regula o ciclo menstrual.
  • Fortalece a musculatura pélvica.
  • Melhora a postura.
  • A pessoa fica mais calma.
  • Aperfeiçoa a aptidão física.
  • Melhora o tônus muscular.
  • Melhora a respiração, a concentração e a interação entre a mente e o físico.
  • Estimula a criatividade a inspiração e a intuição.

Objetivo da Prática do Hatha Yoga

O objetivo da prática é fazer com que o aluno atinja um estado de paz e conforto interno, sem que esforce o seu corpo físico além do seu limite para não perde a estabilidade de sua mente.

Fonte: www.espacocorpoemente.com.br/

Dez-02-23

Sarvangasana Invertida sobre os ombros

Sempre que o meu corpo permitia eu praticava, logo de manhã, os ásanas; e nos dias em que pratiquei senti muita diferença na maneira de estar ao longo do dia: um pouco mais de energia, clareza mental, amor por mim mesma e paz interior.

Dez-02-28

Tadasana ou postura da palmeira

A prática do yoga, através da meditação, ajudou-me a ter uma melhor compreensão dos processos da vida…aceitar a doença foi um processo que passou por uma viagem interior bastante profunda e complexa…conhecendo-me melhor encontrei equilíbrio mental e emocional.
Dez-02-21

Siddhasana (postura da perfeição ) Sentada, de pernas cruzadas em cima de uma manta, fazer três respirações profundas.

A meditação também foi uma grande aliada quando tinha que fazer os infindáveis exames, ressonâncias, TAC’s e afins…E quando estava na pior semana de efeitos colaterais da quimio, era com meditação que conseguia, muitas vezes, sossegar a minha alma em sofrimento…

Dez-02-25

Dhanurasana (postura do arco) Deitada de barriga para baixo, dobrar as pernas, levando-as na direção dos glúteos. Esticar os braços, pegar os pés pelos tornozelos e elevá-los.

Dava-me força para continuar e recarregava a bateria da paciência e da resiliência.

Recomendo Vivamente! 😉

Namastê!

Dez-02-30

Raja Padasana

Já agora, uma última explicação 😉

Etimologicamente, namastê é uma palavra originária do sânscrito, literalmente significa “curvo-me perante a ti”, e é a forma mais digna de cumprimento de um ser humano para outro.

Em um sentido mais amplo, o namastê significa:

“O Deus que habita no meu coração, saúda o Deus que habita no seu coração”.

O gesto expressa um grande sentimento de respeito, invoca a percepção de que todos indivíduos compartilham da mesma essência, da mesma energia, do mesmo universo, portanto o termo e a ação possuem uma força pacificadora muito intensa e prima pela igualdade entre todos.

Dez-02-24

Salabhasana (postura do gafanhoto) Deitada de barriga para baixo, elevar, ao mesmo tempo, tronco e pernas, como se fosse uma gangorra.

Anúncios

Gostou? Comenta ;)

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s