Ô Sol…


43

E pronto…

Hoje as 8:40h (horário de Brasília) completei mais uma voltinha ao Sol… este que ando a ver da janela a acordar e a deitar, enquanto tento me proteger de um mundo hostil e inseguro lá fora…tentando me proteger de um vírus que veio mostrar à humanidade o que é realmente importante e essencial…

 

… Bem, mas isto não é uma reclamação… Ou não seria eu a escrever este texto. Dei a volta ao Sol mas continuo a ver tudo positivo!

 

Então o textão de comemoração dos 43 terá mesmo que ser a volta dele…

Poderoso!

Energético!

Vivaz!

AMARELO!

O SOL!

 

Observar o Sol em qualquer hora do dia é delicioso, senti-lo nem se fala… e o meu lugar de eleição para estar em contato com este lindão é a janela da sala de jantar, de onde o vejo ir se deitar depois de um dia produtivo de ‘trabalho’:

Iluminar tudo a volta oferecendo vida e energia às pessoas e coisas do mundo… Este é realmente um ‘trabalho’ muito digno e respeitável…

 

Sempre que tenho oportunidade lá estou eu a abraçar com os olhos aquela boniteza da natureza… Aplaudindo com o coração este espectáculo e lembrando, inevitavelmente, dos aplausos ao sol nas praias do Rio no fim do dia enquanto o Sol se vai pondo em jeito de descansar…

 

É realmente das melhores sensações do mundo! Sentir esta energia crescendo de dentro para fora…somando as energias das pessoas ao lado, que explodem com o barulho das palmas, enquanto em silêncio o Sol se vai ‘deitar’.

 

Ver o Sol nascer tornou-se mais raro a medida que ‘cresci’… Sou noctívaga e poucas vezes tenho este ‘privilegio’ de o ver na sua estreia absoluta diária!

Mas esta conversa me fez lembrar de momentos especiais da minha relação com o Sol no passado… Lembrei-me de que adorava ver o Sol nascendo, através de uma janela do metro… E cada vez que o metro ia à superfície era um espectáculo a parte… Ir descobrindo o seu acordar entre árvores, prédios montanhas… Eram assim as minhas manhãs no meu lindo Rio de Janeiro, quando ia trabalhar e estudar! (que saudade!)

 

Felizmente já tive oportunidade de ver o Sol a acordar e a dormir em vários lugares do mundo, é sempre mágico e único. Sinto-me feliz por poder sentir e ver esta magia a acontecer, mas sinto-me especialmente feliz por poder ter, bem acessível, o melhor lugar do mundo para assistir a estes espectáculos da vida… As janelas cá de casa 🙂

 

E ainda melhor que tudo isto é sentir o Sol cá dentro de mim, em dias frios, de chuva, molhados ou secos, claros ou escuros… Não importa… O Sol que mora em mim traz esta energia vital e vibrante… E não há vírus que me tire esta regalia… Pelo menos por enquanto…

 

Pois é… Vou fazer aniversário da forma mais diferente dos últimos tempos…

 

EM CASA

😀

 

Era para estarmos voando num balão de ar quente na Capadócia, mas um vírus maroto anda a colocar toda a gente para pensar em casa, adiando também esta aventura em família…

Estamos todos, a humanidade toda, no cantinho do pensamento… Todos nós a pensarmos naquilo que andamos a fazer com o nosso Planeta, com os nossos sentimentos e emoções, com a nossa vida, enfim…como educadora de infância não posso conter a minha

E se querem mesmo saber o que penso disto tudo… Preparem-se…ou passem já para o fim da converseta…:D

Os momentos difíceis que passamos neste momento deveriam vir embrulhados numa grande caixa decorada! É, sem duvida, a melhor prenda para a humanidade que recebemos nos últimos tempos!

 

 

Agora tenho aqui pessoas de grupos diferentes a se remexerem por dentro, desconfortáveis, enquanto me leem… 🙂 Certeza…

 

  1. Quem vê o prisma a partir da saúde está dizendo que sou louca…

 

  1. Quem vê o prisma a partir da economia está dizendo que sou doida…

 

  1. Mas no meio deste caminho dividido em dois extremos há o grupo dos completamente marados 😛 que acreditam que nada é por acaso e que o nosso planeta, e tudo o que está cá dentro, precisa de um tempo para pensar e reflectir no que é realmente importante…

 

Pode parecer uma maneira minimalista e simplista de ver um problema com tamanha complexidade, tendo consciência do mar de consequências que vamos ter que ‘surfar’ num futuro próximo… Mas ainda assim (com a minha inevitável maneira de pensar positivo) prefiro pensar que este é só (e tão só!) o começo de algo gigantesco e bom que acontecerá de dentro para fora…

 

Não para hoje, nem para amanhã e nem depois de amanhã… Para os meus netos e bisnetos… Talvez…

 

É o Planeta e a Humanidade (mesmo que inconscientemente, ou não!) pedindo socorro…

É um constatar colectivo (consciente, ou não) de que como estava não poderia continuar…

 

… então entramos todos nos nossos casulos…

E como de casulos conheço eu, estamos neste preciso momento imersos em nós mesmos… a pensar, a desenvolver, a reflectir, a repensar, a constatar, a analisar, a crescer…A trazer de volta do nosso histórico genético -enquanto humanos, a consciência do que é realmente importante para a nossa sobrevivência e felicidade enquanto aqui estivermos…

Em outros tempos pude constatar que Crescer dói! E não caberá a mim com o meu pensamento super hiper mega positivo mascarar uma realidade crua e dura…São tempos difíceis sim… o estrago financeiro mundial é de um Cenário catastrófico, mas o meu profundo pesar neste momento é pelas vidas que têm sido ceifadas…

Mas… borboleta que SOU, e tendo aprendido a ver a vida de um prisma prático e efémero, como a vida, enfim, folgo em saber -com este jeito de saber borboleta- que o futuro será uma bela prenda de primavera…

Uma caixa de presente muito bem embrulhada e decorada por fora, e que se for aberta da forma correta irá protagonizar o show mais maravilhoso dos últimos tempos!

Borboletas coloridas, felizes, cheias de energia voando para todos os lados, colorindo o mundo todo que agora parece estar cinzento…

Cada voo, de cada borboleta, trazendo com ela lufadas de ar fresco, transformando sentimentos essenciais há muito esquecidos e embrutecidos por falta de uso…

…a solidariedade, o amor ao próximo, a perseverança, a empatia e tantos outros, estarão neste momento refrescados, repensados, refeitos! Prontos para serem colocados em uso novamente.

E ainda bem que o Sol volta a brilhar SEMPRE depois da tempestade… E tão bem escolhido que foi o símbolo desta luta: o arco-íris…

Fazendo um balanço desde o início do ano 42 até aqui, continuo a constatar que tenho muita sorte…além do trabalho que dá em fazer com que a sorte aconteça, continuo a contar com a benevolência do Universo, que, com certeza conspira ao meu favor…até mesmo quando eu achei que estava a passar por uma provação!…hoje sei que era só um doutoramento em como viver a vida um dia de cada vez mas de forma intensa e plena,  tendo a certeza absoluta de que a vida é provisória, muito provisória… mas…e daí?

 

Só importa o que está acontecendo agora, o passado não mudo e o futuro é recheado de pensamento positivo…de todas as formas a vida acontece, com mais ou menos dificuldade, mais ou menos saúde,  a vida trata de ir encaixando as peças como um puzzle gigante, escrevendo as histórias que hoje conto aqui…

 

Em jeito de comemorar um dia especial para mim, mostrei o que vai aqui por dentro neste momento 🙂 … e aproveito o ensejo para dar notícias 😀

Vigiada de lupa, com a saúde a recuperar-se visivelmente, a sentir-me forte. Abraçando projectos que valem realmente a pena para mim, que me completam e me deixam feliz. Cuidando feliz da minha base, da minha casa, da minha família, das minhas filhas e do meu sapinho (paixão no nível máximo –sempre! 😀 )

 

Agora sintam-se livres para encherem as minhas redes sociais de sóis, estrelas, corações, balões coloridos, apitos barulhentos, e até os espirros carregados de vírus são bem vindos … Qualquer forma é boa forma para comemorar com um amigo…

 

E desde já assino com gratidão tamanha, abraçando, mesmo que virtualmente, cada um de vocês… retribuindo com todo o amor que consigo sentir em mim (e é muito!)

 

Estarei me divertindo e amando (com toda certeza) o meu dia em casa, recebendo o amor incondicional e presencial das pessoas mais importantes da minha vida

E para quem quiser fazer parte desta ‘festa’, é só ‘aparecer’   …e nem é preciso lamentar dizendo que para o ano será melhor… 😀 …o melhor está acontecendo hoje, agora! 😉

 

Estou muito mais perto de vocês do que imaginam 😉

 

Feel free to say Hello! 😀

With Love,

Verinha

just me

One thought on “Ô Sol…

Deixe uma Resposta para Agna Suely Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s